29/06/2020
0 Comentários

Navegação por cabotagem não sofre impacto mesmo com pandemia

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, a navegação por cabotagem, que é a que se faz a distâncias pequenas, dentre de um mesmo país, não registrou impactos. A afirmação é de um levantamento feito pelo Ministério da Infraestrutura, que registrou alta de 11,3% na movimentação entre janeiro e abril deste ano, se comparado ao mesmo período no ano passado.

Segundo o estudo, o setor transportou, no total, quase 61 milhões de toneladas no período. O impacto na movimentação por cabotagem está relacionado ao crescimento no transporte de granéis líquidos e gasosos e de granéis sólidos no nos quatro primeiros meses do ano. 

O setor portuário também registrou alta de 3,7% nesse período, se for levada em conta a movimentação geral. Em toneladas, o volume total transportado foi superior a 340 milhões. 

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, mesmo após o mês de janeiro ter registrado quedas de 30% no transporte de minério de ferro e soja, na comparação com o ano passado, o setor apresentou recuperação nos meses seguintes, com o minério de ferro mantendo o nível de 2019, e o petróleo e a soja impactando no resultado positivo final.

Comentar
Covid-19: intenção de consumo das famílias tem maior queda em 10 anos

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), recuou 13,1% na passagem de abril para maio deste ano. Essa foi a queda mais intensa do indicador desde o início da pesquisa, em janeiro de 2010.

+
Confiança da indústria aumenta 3,2 pontos de abril para maio, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria, da Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 3,2 pontos de abril para maio. Com o resultado, o indicador chegou a 61,4 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Apesar da alta, o índice está no segundo menor nível da série, acima apenas do resultado de abril (58,2 pontos), e representa uma recuperação de apenas 7,4% da perda de 43,2 pontos observada entre fevereiro e abril desse ano.

+
Prévia da inflação oficial registra queda de preços de 0,59% em maio

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou deflação (queda de preços) de 0,59% neste mês de maio. A taxa é menor do que a observada em abril deste ano (-0,01%) e em maio do ano passado (0,35%).

 

+