• DATA: 04 a 06 de Novembro
  • horário: 13h às 20h
  • + informações (49) 3361-9200
06/11/2020
0 Comentários

Logistique Web Conference chega ao seu terceiro dia com conteúdo de alta qualidade

A Logistique Web Conference, carro-chefe da edição 2020 da Logistique – Feira e Congresso de Logística e Negócios Multimodais de Cargas, chega ao seu último dia aliando grandes nomes da economia, relações internacionais, comércio exterior e transporte multimodal a relevante conteúdo direcionado às respectivas áreas. Na pauta a atual conjuntura da economia brasileira e global, tendências nas áreas de transporte multimodal e logística.

O evento, que acontece de 4 a 6 de novembro de forma totalmente digital, teve sua programação distribuída em três áreas distintas. O primeiro dia reuniu experts em economia, comércio internacional e relações internacional em discussões de peso com os embaixadores de grandes nações que têm relações comerciais com o Brasil. A programação do primeiro dia foi aberta pelos renomados economistas Caio Megale e Welber Barral, considerados dois dos maiores nomes da economia brasileira, que abordaram a realidade da economia global, a inserção do Brasil nesse contexto e as alternativas para minimizar os impactos da crise global.

Com extenso currículo, Megale fez parte da equipe econômica do ministro Paulo Guedes e é economista-chefe da XP Investimentos, fez parte da equipe econômica do Itaú, foi sócio e economista-chefe da Mauá Investimentos e teve passagens pela Gávea Investimentos e Lloyds Asset Management. Barral, por sua vez, é estrategista em comércio exterior, foi secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, professor e consultor, conselheiro da Câmara de Comércio Americana (Amcham) e árbitro no Tribunal Permanente de Revisão do Mercosul e na Organização Mundial do Comércio (OMC). É sócio-sênior da BMJ Consultores Associados.

Relações internacionais

Ainda no primeiro dia da webconferência, 4 de novembro, os embaixadores da China no Brasil Yang Wanming, dos Emirados Árabes Unidos Saleh Alsuwaidi, e da União Europeia Ignacio Ybáñez; participaram mesas redondas com a presidente da Câmara de Comércio Exterior da Fiesc e o presidente do Sistema Fiesc, Maria Teresa Bustamante e Mário Cezar de Aguiar, a especialista em relações internacionais Carolina Valente, empresários e as jornalistas Estela Benetti e Dagmara Spautz. Como resultado dos painéis pode ser constatado o enorme potencial de mercado que a indústria brasileira ainda tem para explorar nestes mercados e o grande interesse da manutenção das relações diplomáticas entre o Brasil e estes países.

Multimodalidade

A logística e o transporte multimodal de cargas foram a tônica dos dia da conferência. A programação do dia, 5, foi aberta com um importante painel internacional que reuniu o presidente do Sistema Fiesc, Mário Cezar de Aguiar, com os executivos Thomas Nobel, Lars Deiterding e Jens Klauenberg, das respectivas Deutsche GVZ-Gesellschaft, Hacon e Logistics Alliance Germany - LAG Transport Logistic, grandes especialistas de tradicionais empresas que logística que operam nos mercados alemão e europeu. Na pauta discussões sobre a experiência multimodal alemã e as melhores práticas no hub central da Europa.

Case da global FedEx Express foi apresentado pelo executivo Eduardo Araújo, que abordou a tecnologia como pilar fundamental no atendimento do e-commerce.

Na sequência, um painel direcionado ao transporte marítimo de cargas que reuniu o presidente do Grupo Maersk para o Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, Julian Thomas; os presidentes do Porto Itapoá, Cassio Schreiner, e Portos do Paraná, Fernando Garcia da Silva; além de executivos das gigantes BR Foods e Berneck SA, José Perottoni e Daniel Kokot.

Nas discussões a digitalização do comércio marítimo na era pós covid e a realidade e perspectivas futuras para a navegação marítima no planeta. A mediação foi de Leandro Carelli Barreto, especialista em Economia Internacional e Inteligência Competitiva, consultor e sócio diretor da Solve Shipping Intelligence Specialists, Leandro Carelli Barreto. 

Um dos pontos altos da programação da quinta-feira, 5, foi um painel que discutiu o papel do transporte rodoviário de cargas na cadeia logística. As discussões englobaram o papel do caminhão no transporte multimodal, a regulação do transporte rodoviário, a composição ideal dos preços e a realidade atual, o peso do custo do transporte rodoviário na composição do Custo Brasil, a falta de infraestrutura e o respectivo impacto na cadeia do transporte. Entraram ainda nas discussões o impacto da legislação trabalhista no setor, obrigatoriedade do código identificador de operação de transporte, segurança, infraestrutura e situação da frota. Temas cruciais para a garantia da competitividade do transporte rodoviário de cargas.

Participam do painel o gerente de Regulação do Transporte Rodoviário Multimodal de Cargas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) André Sousa Ramos; o diretor Executivo da Confederação Nacional dos Transportes e Presidente Nacional do Transporte (CNT) Bruno Batista; o presidente da Federação dos Transportadores de Cargas de Santa Catarina (Fetrancesc) e da Transpocred – Cooperativa de Crédito Ari Rabaiolli; o vice-presidente de Produção e Logística MAN Latin America – Volkswagen Caminhões e Ônibus Adilson Dezoto e o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e de Operações Logísticas de Joinville (Setracajo) Paulo Zendron. A mediação foi de Dagnor Roberto Schneider, presidente da Concórdia Logística, primeiro vice-presidente da Fetrancesc e diretor da CNT.

Logística e intralogística

A programação deste terceiro dia da Logistique Web Conference inicia às 13 horas com assuntos extremamente abrangentes. As discussões relacionadas a logística vão englobar soluções de movimentação, estocagem e automação no ambiente e-commerce, desafios e iniciativas da intralogística, softwares e plataformas e soluções automatizadas, lean manufacturing e soluções inovadoras para o transporte multimodal. A curadoria e mediação é do Grupo IMAM – Instituto de Supply Chain e Logística.

Comentar
Covid-19: intenção de consumo das famílias tem maior queda em 10 anos

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), recuou 13,1% na passagem de abril para maio deste ano. Essa foi a queda mais intensa do indicador desde o início da pesquisa, em janeiro de 2010.

+
Confiança da indústria aumenta 3,2 pontos de abril para maio, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria, da Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 3,2 pontos de abril para maio. Com o resultado, o indicador chegou a 61,4 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Apesar da alta, o índice está no segundo menor nível da série, acima apenas do resultado de abril (58,2 pontos), e representa uma recuperação de apenas 7,4% da perda de 43,2 pontos observada entre fevereiro e abril desse ano.

+
Prévia da inflação oficial registra queda de preços de 0,59% em maio

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou deflação (queda de preços) de 0,59% neste mês de maio. A taxa é menor do que a observada em abril deste ano (-0,01%) e em maio do ano passado (0,35%).

 

+